Automação na saúde: Hoje já vivemos o futuro da saúde e o paradigma da robotização

As clínicas e hospitais, em todo o mundo, estão a passos rápidos se adaptando aos novos modelos de atuar. Com a inovação tecnológica a todo vapor, eles não poderiam ficar de fora. Daí a presença cada vez mais comum dos médicos atendendo por intermédio de uma tela de computador, enquanto o paciente está em casa. Ou mesmo, durante uma cirurgia, do outro lado do mundo, diversos profissionais se atualizam acompanhando a cirurgia ao vivo. Enfim, tudo isto, graças aos novos conhecimentos e inovações - como a automação - que surgem a todo o momento para facilitar as relações entre as pessoas e o trabalho em instituições.

No último ano, a saúde dos brasileiros nunca esteve tão em evidência. Com o avanço da pandemia e sua duração, foi preciso cuidar-se mais e adotar medidas diversas para se auto proteger e proteger aos outros, no entorno. Algo possibilitado devido à rápida adequação de clínicas, laboratórios e hospitais a esta realidade, com a ajuda de empresas especializadas nesta integração. E assim, foi possível que inúmeras vidas fossem salvas e recebessem atendimento em diferentes pontos do País, com agilidade e eficiência. Hoje, já é possível dizer que a automação na área da saúde, no Brasil, está entre as mais modernas. Isso, sem falar da eficiência e da segurança oferecida aos pacientes e profissionais do setor de saúde.

O Banco de Sangue do Hospital de Base, em São José do Rio Preto, cujo sistema hoje está todo automatizado, permite maior controle dos dados, de triagem, e de alerta para doadores de quando é tempo de doar de novo. Tudo isto é feito em tempo recorde.

Otimização e agilidade é o que visa à automação na saúde

A automação de processos trata-se da otimização e racionalização de metodologias e procedimentos de uma empresa, a qual pode ser das mais diversas áreas, entre elas, da saúde.

Essa estratégia se tornou possível a partir do momento que sistemas e softwares computacionais foram desenvolvidos e implantados nas instituições com o objetivo de melhorar a rotina de trabalho.

Assim, automatizar virou sinônimo de revolução, uma vez que trouxe a redução de custos e a economia de tempo, ao mesmo tempo. Em parte, porque auxilia na delegação de tarefas, no remanejamento de mão-de-obra e na substituição de atividades manuais, as quais eram muito dispendiosas.

Na área da saúde, a automação faz a diferença nos processos de atendimento ao paciente. Por meio da tecnologia, fica muito mais fácil coletar, analisar e armazenar dados indispensáveis para a clínica, referentes ao agendamento, aos prontuários e resultados de exames.

A automação de processos pode ser aplicada em diversos setores de clínicas e hospitais. Na radiologia, os sistemas automatizados otimizam todas as etapas, desde a captação e análise das imagens, até a geração de laudos e armazenamento das informações.

Na gestão, softwares específicos para clínicas otimizam o processo de agendamento de consultas, controle de pagamentos e monitoramento de dados de forma confiável. Ou seja, a automação permite que tudo seja feito com praticidade e segurança.

Pulseira de identificação

Um atendimento rápido é essencial nas clínicas e hospitais, ainda mais para os pacientes que chegam em situação de emergência. Com a automação na área de saúde, os profissionais fornecem uma pulseira de identificação de todos os dados dos pacientes (e visitantes) e um código de barras que vai facilitar o acesso das informações pelos médicos.

Em alguns lugares, é oferecido também o serviço do Terminal de Autoatendimento, onde já é possível pegar uma senha para atendimento e realizar um rápido cadastro.

Todas as informações reunidas em um só lugar, com fácil acesso. A automação traz essa facilidade para os médicos que, com apenas um clique, conseguem obter todos os dados do paciente: os medicamentos que está tomando, se tem alergia ou se realiza um tratamento específico. Com o rápido acesso de informações, médicos e enfermeiros conseguem trabalhar mais efetivamente em casos de emergências.

Tecnologia healthcare: entenda o que é

Os códigos de barras das pulseiras de identificação dos pacientes vão facilitar o trabalho no dia a dia dentro dos hospitais. Com as informações compartilhadas, os médicos saberão com segurança quais medicamentos devem ser administrados, diminuindo muito a chance de possíveis erros.

A automação hospitalar facilitará também na estrutura e movimentação interna. Por exemplo, será mais fácil saber quando um paciente deixou o quarto ou a UTI e quantas vagas têm disponíveis naquele momento. Além disso, possibilitará uma distribuição mais eficiente de medicamentos e produtos.

Controle da dieta hospitalar

Não é incomum um paciente passar dias no hospital, pelos mais diversos motivos: por causa de um parto, uma cirurgia ou por estar tratando de uma doença. Nesses casos, é necessário que haja a correta alimentação de todos. Controlar a dieta de cada paciente e o horário das refeições também é uma das facilidades da automação hospitalar.

Na automação, com um simples código de barras ou um clique, é possível ter acesso completo à ficha dos pacientes e ter detalhamentos importantes, como estado clínico, alergias, medicamentos, tratamentos realizados, entre outras informações que fazem a diferença na hora do atendimento médico. 

Automação dos sistemas na Saúde traz mais segurança

Além do auxílio na gestão, a automação também traz benefícios relacionados à segurança e proteção de dados dos pacientes e até mesmo do hospital. Por exemplo, hoje, é possível criptografar informações relacionadas aos pacientes. Essa medida garante uma segurança administrativa ainda mais importante aos hospitais e clínicas. 

Com processos internos mais inteligentes e integrados, melhorar a gestão financeira fica ainda mais fácil. Diante das informações coletadas e geradas pelo sistema, é possível identificar se existe a necessidade de rever despesas, tomar decisões preditivas e preventivas em relação a equipamentos, evitar gastos com manutenção, auxiliar na contabilidade e em uma série de atividades administrativas. 

Administrar e controlar a entrada e saída de medicamentos não é uma missão fácil. Por isso, ao implantar a automação, é fundamental desenvolver uma solução eficiente e que busque evitar desperdícios de medicamentos e permita a localização rápida de produtos. Além disso, esse sistema oferece uma atuação muito mais rápida de toda a equipe médica. 

A automação também possibilita a melhor distribuição de pacientes em todo o hospital ou clínica médica. Com ela, é possível administrar e evitar aglomerações desnecessárias, direcionar e acompanhar em tempo real a quantidade de pacientes em uma determinada área. 

Carteira digital armazena dados do paciente com segurança

Quantas vezes você já se pegou pensando na possibilidade de ter toda sua documentação médica registrada em um único sistema, como se fosse uma carteira digital da saúde? Foi assim que surgiu o Simples ID, a plataforma que mudou a relação entre médicos e pacientes, que inicialmente era chamada de carteira digital Simples Receita.

Até pouco tempo atrás, pensávamos que isso era coisa do futuro. Afinal de contas, estávamos acostumados a levar a nossa documentação médica em uma pastinha ou bolsinha cheia de exames e receitas.

O Simples ID é uma carteira digital que armazena todos os dados médicos e clínicos de um paciente, em uma única conta ou carteira digital. Desta forma, a informação é registrada via blockchain.

A grande importância das plataformas digitais que utilizam o sistema de registro em carteira digital via blockchain, é que com ela o dado está seguro.

Tele atendimento já é uma realidade da automação na saúde

O atendimento médico virtual, antes muito questionado, começa a caminhar a passos rápidos para uma realidade comum – mesmo após a pandemia. Nesse sentido, podemos ver que a tecnologia está facilitando esses processos.

Assim como o atendimento médico à distância, outro serviço que deve crescer bastante nos próximos meses é o teleatendimento. Sim, é possível falar em automação na área de saúde. Por exemplo: se um paciente está com sintomas de gripe e gostaria de saber se teria necessidade de atendimento hospitalar, pode ao consultar um médico via teleatendimento, ser avaliado e com base em seu histórico, sintomas, e exame visual, receber a orientação para procurar o serviço mais próximo.

A procura por estes serviços tem sido aceita de forma tão rápida, que por estranho que pareça, se antes não havia demanda, hoje, já há casos em que os serviços estão ficando sobrecarregados, em especial no Sistema Único de Saúde, cujo serviço já está em funcionamento, também.

A otimização da triagem é um ótimo exemplo de como a automação na área de saúde pode ajudar. Esse serviço organiza, sem a necessidade de um atendente humano, qual o grau de urgência do paciente e pode, logo no primeiro contato, dar informações básicas que seriam passadas por um médico. Claro que isso não substitui uma consulta, mas já colabora na seleção dos casos prioritários. 

Além desse benefício para o momento de pandemia, a automação na área da saúde também pode ajudar de diversas outras formas, principalmente no pós-crise, sendo utilizada como ferramenta essencial para otimizar os processos.

Links pesquisados

www.medilab.net.br

www.altavista.news.com

www.titechsolutions.com.br

www.brainset.com.br

www.wconnect.com.br