voltar ao blog

Podcast é um canal direto com o seu público 

A nova onda é o podcast. Este novo formato de comunicação se espalhou rapidamente nos canais, antes voltados apenas para músicas, que, hoje, já está também em praticamente todas as plataformas de áudio e vídeo. E assim, nasce a cada dia, um novo “programa”. Uma vez que cada modelo de negócio pode alcançar seu público específico, por intermédio de conversas bem diretas ou informações veiculadas num podcast específico, que vai atingir o alvo na hora.

O formato é bem diversificado, tanto pode ser no modelo bate-papo como pode ser um conteúdo em áudio, disponibilizado através de um arquivo de streaming, que conta com a vantagem de ser escutado sob demanda, quando o usuário desejar. A possibilidade de ser ouvido em diversos dispositivos o ajudou na sua popularização e, além disso, costuma abordar um assunto específico para construir uma audiência fiel.

A engenharia de inteligência artificial está com tudo no ano de 2022

A movimentada e acelerada vida urbana tem exigido muito das pessoas atualmente. Cada vez mais, estamos sem tempo para executarmos nossas tarefas. Progressivamente, temos menos tempo para fazer tudo que pretendemos. Quando falamos de consumo de conteúdo, isso também é verdade. A cada dia que passa temos mais conteúdos para consumir e menos tempo para isso.

O podcast vem para ajudar a aproveitar o tempo disponível e aumentar a produtividade diária. Isso acontece pela facilidade que é apenas dar um play e ouvir o conteúdo – seja no carro, no ônibus, na academia, durante o jantar e assim por diante.

Se você quer atender todo o seu público sem precisar disponibilizar 24 horas do seu dia para isso, então você precisa saber o que é podcast. Imagina só ter a atenção do seu público a todo momento e acompanhá-lo de perto. Não importa onde ele esteja, quando ou qual a ocasião. 

Quando ele está indo para casa, no carro, ônibus ou metrô: você está lá. Enquanto prepara o jantar ou arruma a casa: você está com ele. No horário de almoço: lá está você, novamente.

O podcast te permite ser ouvido e facilita acesso do cliente ao seu conteúdo no dia a dia

E o melhor é que você tem a possibilidade de fazer isso com todo o seu público, sem precisar dividir sua atenção entre eles e sem dispor de todo o tempo do seu dia para isso. Ou seja, você fica disponível durante 24 horas por dia, sem a necessidade de ficar ocupado todo esse tempo.

Você tem nas mãos a chance de gerar ainda mais confiança na sua audiência, se tornar referência no seu nicho e fidelizar mais clientes. 

Podcast é um conteúdo em áudio, disponibilizado por meio de um arquivo ou streaming (transmissão ao vivo por meio da internet). A palavra “podcast” vem do inglês e é uma mistura de outras duas palavras: “iPod” + “broadcast” (transmissão via rádio).

Funciona como um programa de rádio sobre um assunto específico, mas a principal diferença está no fato de ser um conteúdo sob demanda, geralmente dividido em episódios.

Ou seja, é um conteúdo disponível na internet que pode ser acessado a qualquer momento. Essa é, inclusive, uma das principais vantagens dessa mídia: o fato de qualquer pessoa poder ouvir o que quiser, na hora que bem entender.

É só acessar a plataforma de sua preferência e clicar no play ou então baixar o episódio. Isso é possível porque as publicações dos arquivos podcast são feitas através de podcasting, um sistema que segue um padrão de feed RSS – formato que distribui informações na internet em tempo real.

É como sintonizar na rádio preferida para ouvir apenas aquilo que te interessa

Funciona assim: quem se interessa por um determinado podcast pode assinar esse canal e acompanhar o lançamento de cada novo episódio, de forma automática, pelo computador ou até mesmo direto do celular.

De acordo com o portal Significados, em suma, o podcast é parecido com um programa de rádio, mas a diferença está no fato desta mídia digital ser disponibilizada na internet, podendo assim ser acessada a qualquer momento. Diferente dos feeds de texto, os podcasts são feeds de áudio, ou seja, "textos para ouvir".

No quesito conteúdo em si, é como se fosse um blog. Só que, ao invés de escrever, as pessoas falam. Os criadores dos podcasts, também conhecidos como podcasters, expõem suas opiniões sobre os mais diversos assuntos.

Algumas pessoas até colocam imagens e acabam adaptando para um vídeo o que, inicialmente, era um arquivo no formato podcast. Mas essa não é a essência desta mídia.

Inteligência Artificial aperfeiçoa o relacionamento entre empresa e cliente

Para ouvir um podcast, as pessoas assinam o canal escolhido por meio de um agregador – um software que organiza e comunica quando há atualizações nos programas que a pessoa acompanha. Podem acompanhar pelo celular ou pelo computador.

O lançamento de cada novo episódio de forma totalmente automática. Podendo, assim, ouvir direto do aplicativo do celular (o agregador de podcasts) ou baixar para ouvir offline. Além disso, as principais plataformas de streaming do mercado, como Spotify e Deezer, também possuem podcasts.

O Spotify vem se tornando, gradualmente, o tocador de podcasts mais popular do mundo. A familiaridade de seus usuários com a inferface, por causa das músicas, está acelerando esse processo rumo à liderança.

Nos Estados Unidos, o mercado de podcast, que é o maior do mundo, atinge cifras milionárias. Estimativas do Interactive Advertising Bureau (IAB), divulgadas antes da pandemia, apontam que em 2021, a indústria estadunidense pode bater o recorde de US$ 1 bilhão de faturamento.  

Embora tenha virado febre agora, a origem do podcast já tem quase duas décadas

O termo surgiu no começo dos anos 2000, mas o primeiro episódio no Brasil ficou disponível em 2004. A criação deste formato de transmissão de áudio foi iniciada pelo ex-VJ da MTV Adam Curry.

Também podem ser em diferentes formatos, como entrevista, reportagem, contos de história, análise, ficção, aula e outros. Entre os brasileiros, os conteúdos de curta duração, com episódios de 15 a 30 minutos, fazem mais sucesso. Em uma pesquisa recente realizada pelo Ibope, os números mostraram que 44% dos entrevistados ouvem os programas enquanto fazem outras coisas como lavar louça ou arrumar a casa e 57% dos brasileiros aumentaram o consumo desse tipo de conteúdo durante a pandemia.

Essa ferramenta possui uma facilidade maior do que o rádio ou TV, pois o usuário consegue sintonizar e escutar o conteúdo específico no momento que quiser, podendo fazer o download do arquivo. Além disso, a principal vantagem dessa ferramenta de trabalho é a possibilidade de criar um conteúdo de nicho. Por exemplo, um programa poderia postar um material e fazer divulgações de informações importantes, relevantes para a mídia.  

Imagine a sua rede de WhatsApp: quando algum colega te encaminha uma mensagem de áudio explicando sobre algum trabalho, para repassar essa informação você pode encaminhar o áudio que recebeu. 

O podcast funciona da mesma maneira, você pode encaminhar o conteúdo que realizou o download e encaminhar para aqueles que também possuem interesse no assunto. Além disso, muitas das plataformas possibilitam o envio direto por elas, fornecendo um link de compartilhamento.

Engajamento por meio deste canal é um dos melhores e garante longa permanência  

Assim como os locutores de rádio, o público começa a se acostumar com os comunicadores, passando a ouvir o conteúdo com maior frequência. Sendo assim, o podcast pode gerar um bom engajamento, levando em consideração que o público é cativado e interage com mais facilidade com essa estratégia. 

Dessa maneira, fica muito mais fácil você direcioná-los para seus produtos e serviços, além de aumentar o número de acessos em podcasts específicos, entendendo melhor as informações que o seu público procura. 

Tal aspecto pode ser visto na adesão de produtos voltados para youtubers, que cativam e fidelizam seu público por meio dos conteúdos criados e os direcionam para lojas criadas para aquele canal.

Como criar um podcast 

Elaborar um bom planejamento é uma etapa fundamental, que não deve ser menosprezada. É neste ponto que deve ser definido o objetivo para o qual irá criar, e claro, o que se pretende alcançar para encantar e fidelizar os ouvintes, e por esta razão é uma tarefa que exige bastante atenção e cuidado.

Identificar o público é importante para saber qual vocabulário você utilizará. Você deve falar de acordo com a linguagem de quem ouvirá o seu podcast - seja ela simples ou complexa, informal ou formal.

Procure ser diferente da concorrência. Ouvir o modelo da concorrência é bom, mas também é bom ouvir outros modelos que fazem sucesso. Porém, o projeto ideal é aquele que agrada o seu público. Tentar não é o problema, o problema é não tentar, então, faça experimentos e veja qual a duração, modelos e conteúdos que o seu público fica mais interessado.

Definindo tema do podcast

Definir um tema e o formato é importante, por exemplo: bate-papo, mesa redonda, debate, informativo, educativo, storytelling, entrevista, dissertativo, dentre outros. Mas, além disso, é fundamental falar sobre algo que você domine.

Depois de definir um tema, é importante planejar o conteúdo. Logo, crie um checklist para todo o episódio, pois ele vai ajudar muito a não esquecer de nada durante a gravação e, assim, cobrir todo o tema.

Entrevistar convidados é muito interessante, afinal, eles podem acabar compartilhando o conteúdo do podcast nas redes sociais e, assim, aumentar ainda mais a audiência. São três, as principais formas de ouvir um podcast: acessando o site onde o arquivo está disponível; fazer download do podcast para o computador ou smartphone, podendo ouvir o seu conteúdo mesmo offline; ou através da instalação de um agregador de podcasts, um software que organiza e comunica quando houver atualizações nos podcasts que a pessoa acompanha.


Links pesquisados 

www.klickpages.com.br

www.resultadosdigitais.com.br

www.uol.com.br

www.lovatel.com.br

www.significados.com.br

2022 © Tag Center. Todos os direitos reservados.
arrow-leftarrow-right linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram